3º Avaliação de Desenhos – Veja o que pode e o que não se pode fazer em um desenho

Share on Facebook4Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Olá! Vamos tratar hoje de mais uma avaliação de desenhos! Para quem não sabe, o objetivo aqui é não só identificar acertos e erros para os seus respectivos autores, como também apresentar aos demais leitores o que pode e o que não se pode fazer em um desenho.

Para não perder o costume, vou logo adiantando que essa avaliação não visa diminuir ninguém, senão apenas apresentar os pontos positivos e negativos dos respectivos desenhos analisados; portanto recomendo aos desenhistas que enviaram seus desenhos, que não levem esta análise pelo lado pessoal; afinal nós estamos aqui para ajudá-los através da indicação de erros e acertos; essa é uma chance real de crescimento, é um parâmetro para saber o que se tem acertado e o que ainda falta corrigir.

Vamos lá a terceira avaliação desenhos!

 

Raquel Benaion

 

Avaliação - Raquel Benaion

 

Neste desenho da Raquel, podemos ver que ela  já andou observando as características principais do mangá; pois ela ela captou bem a essência do estilo através deste desenho; já que os elementos chaves que ela aplicou nos permite associá-lo rapidamente com o mangá.

Os elementos que achei pontuais no desenho que ela fez e essenciais para a representação do estilo, foram:

  • O traço variável característico
  • As proporções da cabeça e do corpo, que foram bastante decisivos para aproximação com o estilo
  • Uma cor diferenciada do padrão real  para o cabelo (cor roxa)
  • Figurino bem caprichado e estilizado
  • Detalhes do rosto bem aproximados do estilo, como: olhos, boca, nariz e sobrancelhas.

A personagem criada por Raquel, é bem vestida e bem expressiva; o que resultou numa personagem bastante elegante.

Em relação ao cabelo, há pequenas quebras nos traços dos fios das mechas, fazendo que elas perdessem parte do efeito de caimento dos fios. A desenhista poderia ter realizado traços mais contínuos e suaves, para assim valorizar as curvas e principalmente o caimento das mechas. Outra coisa que observei foi o formato pontiagudo do cabelo (a parte que reveste a cabeça, não estou falando do coque); note por exemplo que isso induz o observador pensar que o formato da cabeça da personagem é um pouco ovalado; o que não poderia fazer sentido, já que mesmo sendo um personagem mangá, continua retratando a figura humana feminina, e elas não possuem uma cabeça ovalada. Fica claro a má distribuição dos cabelos, se notarmos o pouco volume na parte frontal (à esquerda) e alta concentração à direta (na parte de trás da cabeça).

Avaliação - Raquel Benaion - formato do cabelo

 

Outra coisa que percebi, foram alguns erros na anatomia da personagem. Assim podemos notar as clavículas mais abaixo que o normal, as costelas achatadas para dentro (lado direito e esquerdo, principalmente do lado direito), ombro e braço deslocados para dentro (isso foi uma consequência, já que a desenhista iniciou o desenho do braço a partir da parte achatada para dentro), o quadril com volumes assimétricos (lado esquerdo estreito e lado direito avantajado).

Avaliação - Raquel Benaion - Erro de Anatomia

Pelo que parece, a intenção da desenhista era fazer a personagem com quadril largo. Se for realmente isso, ela deveria ter aumentado também o lado esquerdo e assim equilibrar a largura das pernas para finalmente equilibrar a simetria do quadril.

As mãos ficaram bem expressivas porém pequenas e com alguns erros anatômicos.

O traço variável foi um ótimo recurso que a desenhista utilizou para trazer um pouco do estilo; porém seria ainda mais valorizado, se ela pudesse deixá-lo ainda mais contínuo, para assim criar linhas mais contínuas e evitar algumas oscilações no sentido do traço; ainda mais quando se trata da figura feminina que demanda linhas e curvas precisas.

Com relação as cores eu achei bem positivo, principalmente os tons e os arranjos que a artista utilizou.

Já o desenho do pé, acho que ela teria que tomar cuidado para fazê-lo mais estreito e ainda reduzir a curva que se inicia-se sobre o calcanhar; isso fez que a perna ficasse com uma leve curva para dentro (como se estivesse sido amassada).

Avaliação - Raquel Benaion - Pé

Isso é apenas uma avaliação bem crítica do desenho; é claro que a desenhista tem muito talento; afinal a boa representação do estilo aliada com o bom gosto da desenhista indicam isso. Ela tem muito futuro e com certeza muito talento!

Caso você queira uma avaliação do seu desenho, como esta acima, clique aqui para mais informações. Até mais pessoal!

Sobre o Autor

Um curioso aspirante da filosofia que curte aprender um pouco de tudo, seja de ciência, arte, religião ou filosofia. Artista Plástico, Designer Gráfico e Blogueiro há quase 6 anos.

6 comentários

  1. Poxa, você é muito crítico. Acho que quando alguém desenha mangá, não é realista, e não tem necessidade de ter a clavícula e as pernas certinhas, afinal, é um cartoon. Rsrs.
    Quando desenham mangá, os quadrinhos, acho que eles não devem analisar essas coisas, fica tudo “torto” mesmo, não precisa de uma anatomia perfeita.

    Mas pelo visto você entende sobre desenho e anatomia, e sabe o que faz. Legal. ^^
    Mas até fico com medo de mandar um desenho meu para avaliar, eu sou um pouco desleixada com isso… Rsrs.
    Gosto muito do site. Acompanho no facebook e aqui. ^^

  2. Olá M.A.!

    Comentários são muito bem vindos, afinal a discussão nos ajuda a aprofundar ainda mais nas ideias.

    Como eu disse no início da postagem, esta é uma analise bem crítica mesmo; mas apenas com o intuito de juntos chegarmos a excelência nos desenhos.

    Para ser mais sincero, até em obras de mangakas profissionais há erros, o que não anula o mérito deles; afinal ninguém é perfeito. Seu diferencial dos demais são os acertos e o estilo contagiante que cada um possui.

    Grande parte dos desenhos que vemos (de forma geral), contem erros, alguns mais evidentes, outros menos. Mas o fato deu tocar neste pontos, durante as avaliações; com certeza servem com parâmetro para os leitores e até o autores destes desenhos tomarem consciência, se o que estão fazendo realmente fazem parte do seu estilo, ou ainda uma falta de atenção. Critiquei apenas pelo que pareceu ser.

    Na verdade o mangá não é cartoon, mas em alguns estilos do mangá o exagero realmente é presente, o que permite criar pernas compridas, seios grandes, olhos extremamente grandes, etc. Mas repare que muita das vezes o exagero é presente dentro de uma coerência com a composição, para não gerar desconfortos visuais, como simetria, combinação dos elementos que formam o corpo da personagem (músculos, ossos, movimentos); ou seja, algo exagerado é permitido, desde que respeite as regras da perspectiva, simetria e funcionalidade.

    Fico feliz que esteja nos acompanhando. Ah! Fique a vontade para mandar seu desenho; apesar de ser crítico, considero o esforço de cada um. O que vale não é só quanto sabemos, mas principalmente o quanto estamos dispostos a aprender e o quanto evoluímos.

    Abrs! ^^

  3. Nossa! Eu mesma não achei que houvessem tantos erros no meu desenho!
    Antes mesmo de enviar ja tinha notado uns e outros, mas acho que no geral, essa crítica vai me ajudar muito (MUITO mesmo) a melhorar!
    Obrigada 😀

    Sempre que eu tiver algum desenho eu vou mandar pra vcs avaliarem! 😀

    1. Olá Raquel! Que bom que você comentou!
      Isso é bom para termos um feedback dos autores. Vamos aguardar seus desenhos sim! :)
      Adorei seu estilo de desenho, ainda que mangá tenhas suas próprias características, achei que você o representou bem com seu estilo próprio; que por sinal achei bem atrativo.

  4. bem acho que quanto mais bem feito o mangá for mais sucesso ele terá, veja o maior mangá de maior sucesso é os cavaleiros do Zodiacos,hoje como maior anime de todos os tempos e isso foi graças a perfeição de seus traços, tão perfeitos que o desenho parece real

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *